Quarta-feira 23/05/2018
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
Pesquisa mostra evolução no desempenho das empresas de planos de saúde, diz ANS

Brasília – Um relatório divulgado hoje (20) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) mostra uma tendência de crescimento na qualificação das empresas de planos de saúde. Os resultados se referem a 2010 e têm como base informações relacionadas ao desempenho econômico-financeiro, assistencial, estrutura e operação e satisfação do beneficiário.

Leia mais +
Novas regras ajustam normas de acordo com o porte das operadoras

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou a Resolução Normativa nº 274, que estabelece medidas administrativas e econômico-financeiras, que visam o aprimoramento setorial e são direcionadas para as pequenas e médias operadoras de planos de saúde (até 20 mil e de 20 a 100 mil beneficiários, respectivamente). Com a nova RN, o porte da operadora de saúde passa a ser considerado na regulação feita pela ANS. As empresas de menor porte (abaixo de 20 mil beneficiários) correspondem a 72% do total. Estas, em sua maioria, são concentradas no interior do país e responsáveis pelo atendimento a mais de seis milhões de beneficiários de planos de saúde (cerca de 10% do total).


Leia mais +
Indústria brasileira da saúde exporta US$ 338 mi

Nem mesmo a desvalorização do dólar abalou o crescimento das exportações da indústria brasileira da saúde, nesse primeiro semestre de 2011, quando o setor exportou US$ 338 milhões, um crescimento de 8% em relação ao ano passado. Em 2010, as vendas internacionais de equipamentos para a saúde representaram 13,2% do faturamento total da indústria, movimentando US$ 633 milhões. O objetivo é atingir U$ 696 milhões até o final de 2011 e U$ 1 bilhão em exportações até 2015.

Leia mais +
No Reino Unido, um sistema de saúde universal e eficaz

No Reino Unido, quando é preciso tratar alguma doença, estrangeiros, imigrantes ilegais, ricos e pobres buscam o mesmo serviço. Criado há 63 anos, o National Health System (NHS), nome oficial do sistema de saúde britânico, inspirador da criação do Sistema Único de Saúde no Brasil, é um modelo universal, gratuito e, acima de tudo, eficaz. Apesar de bem-sucedido, contudo, o modelo britânico também enfrenta desafios, como a crise financeira mundial e o envelhecimento da população. Segundo o ministro da Saúde do Reino Unido, Simon Burns, o momento exige adaptação das políticas de saúde às mudanças que ocorrem com a população. "Temos um serviço de saúde que sempre esteve envolvido com novos desafios e que nunca deixou de atender às necessidades da população", diz.

Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri