Sexta-feira 23/02/2018
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
Plano de saúde mais barato para o idoso

As operadoras de plano de saúde estudam com a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) uma fórmula para tentar baixar os preços das mensalidades de quem atinge a faixa de 59 anos. Está sendo discutido um modelo que mistura assistência médica e previdência privada. Existem atualmente 5,5 milhões de usuários acima dessa faixa etária no país.

Os aumentos para quem atinge 59 anos surpreendem os beneficários, já que eles podem chegar a 70% em alguns casos.


Leia mais +
Dilma lança ′home care′ e plano para qualificar hospitais

A presidente Dilma Rousseff lançou nesta terça-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, os programas "Melhor em Casa", do SUS (Sistema Único de Saúde) e o "SOS Emergência".

 

Conforme a Folha antecipou na semana passada, o primeiro deles prevê atendimento domiciliar a pacientes que não precisam ficar internados --a intenção do governo é diminuir a demanda de atendimentos em hospitais.

 


Leia mais +
Aprovado reajuste para servidores da Saúde

Foi aprovado ontem na Assembleia Legislativa um projeto de lei complementar que institui o plano de cargos, vencimentos e salários para servidores da saúde. O texto prevê reajuste retroativo ao mês de agosto para todas as categorias e deve beneficiar mais de 80 mil servidores estaduais.

  

O índice de reajuste varia de acordo com o cargo, explica o líder do governo na casa, deputado Samuel Moreira (PSDB). "Para enfermeiro, por exemplo, será de 15,94% e para farmacêutico, de 18,37%", diz.


Leia mais +
Padilha: atualização mensal de cadastro e auditorias prévias vão combater desvios de recursos em programas

Brasília – Após anunciar dois novos programas esta semana, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, explicou (10) quais serão as estratégias adotadas pela pasta para combater eventuais desvios de recursos. No caso do programa Melhor em Casa, o cadastro das equipes de profissionais de saúde terá que ser atualizado mensalmente. Já no programa SOS Emergências, serão realizadas auditorias prévias para comprovar a qualidade do atendimento prestado aos pacientes.

 

“Fizemos uma grande política – e vamos continuar – de combate ao desperdício dos recursos na saúde”, disse, ao participar de entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, da EBC Serviços em parceria com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Segundo ele, apenas a centralização da compra de medicamentos permitiu uma economia de cerca de R$ 600 milhões no primeiro semestre deste ano.

Leia mais +
24,4% da população tem plano de saúde, diz ANS

O número de vínculos de beneficiários de planos de saúde teve um crescimento de 7,6% entre os meses de junho de 2010 e junho de 2011.

 

Os dados são os mais recentes divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).


Leia mais +
Base amarra Planalto com emendas da Saúde

A base aliada patrocinou uma mudança no Orçamento de 2012 que potencializa o desgaste político da presidente Dilma Rousseff na hora de "tesourar" as emendas parlamentares. Como uma espécie de antídoto a cortes, a Comissão carimbou mais de R$ 3 bilhões em emendas para a saúde.

 

Para controlar gastos públicos, o governo costuma liberar parte do dinheiro das emendas a conta-gotas ao longo do ano. Com a manobra coordenada pelo petista Arlindo Chinaglia (SP), relator do Orçamento, a base espera que a repercussão de um eventual contingenciamento "de dinheiro para a saúde" iniba o Planalto.


Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri