Sábado 26/05/2018
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
ANS divulga novo ciclo de monitoramento do planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulga nesta quarta-feira (13/11) o 7º ciclo de monitoramento da garantia de atendimento dos planos de saúde, resultado do descumprimento de prazos e das negativas indevidas de cobertura assistencial. Na próxima segunda-feira (18/11), 150 planos de 41 operadoras terão a comercialização suspensa. A medida é preventiva e tem o objetivo de melhorar o acesso dos consumidores aos serviços contratados. O programa está em aprimoramento, o que já reflete nos resultados deste novo ciclo, e agora conta com a implantação de Grupo Técnico permanente. A Portaria do Grupo Técnico foi publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira (11/11). 

De 19 de junho a 18 de setembro deste ano, a ANS recebeu 15.158 reclamações sobre 516 operadoras de planos de saúde. Devido aos problemas assistenciais apontados pelos consumidores e averiguados pela Agência, caso a caso, estão sendo aplicadas suspensões preventivas, por um período de três meses, até o anúncio do próximo ciclo de monitoramento. A atual suspensão beneficia 4,1 milhões de consumidores, que já contrataram esses planos mais reclamados e agora deverão ter seus problemas assistenciais saneados.

Leia mais +
Lei que obriga plano de saúde a cobrir remédios contra câncer é sancionada

Foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (14) a sanção da presidente Dilma Rousseff para a lei que obriga planos e seguros privados de assistência à saúde a cobrirem os custos de medicamentos orais para tratamento domiciliar contra o câncer. Segundo o texto, a lei entra em vigor em 180 dias. 

A medida já havia sido anunciada em forma de resolução normativa pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e, em seguida, foi aprovada no Congresso.

Leia mais +
Obama aprova lei contra reforma de Obama na saúde

O Obamacare, programa de saúde do presidente Barack Obama, recebeu ontem mais um novo golpe.

A Câmara, de maioria republicana, aprovou uma lei que dá às seguradoras mais um ano para oferecer planos que, de acordo com os padrões do novo programa, deveriam ser cancelados.

Leia mais +
Mais investimentos para a saúde

A necessidade de investimentos na saúde é um tema bastante recorrente. Recentemente, o Projeto de Lei Popular (PLP) nº 321/2013, sobre a destinação de 10% da Receita Corrente Bruta brasileira para a saúde, reuniu mais de dois milhões de assinaturas a seu favor,oque evidencia a preocupação dos brasileiros como sistema de saúde do país.

Em resposta a essa reivindicação, o governo propôs algumas alterações no PLP, aumentando o percentual de 10% para 15% e modificando a base de cálculo de Receita Corrente Bruta para Receita Corrente Líquida.

Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri