Segunda-feira 28/05/2018
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
ANS prorroga prazo de implantação da TISS 3.0

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou na semana passada a Resolução Normativa 341, que prorroga de 30 de novembro de 2013 para 30 de maio de 2014 o prazo final de implantação do padrão TISS 3.0. Regulamentada pela Resolução Normativa 305 e pela Instrução Normativa 51 da ANS, a TISS 3.0 vem acompanhada da Terminologia Unificada para a Saúde Suplementar (TUSS). 

Outra novidade na versão 3.0 é a inclusão de todo o processo de cobrança, demonstrativos de pagamentos e o que se refere a glosas. Segundo a ANS, isso vai permitir à Agência acompanhar de perto o relacionamento entre prestadores e operadoras.

Leia mais +
Como fazer a portabilidade de planos de saúde

Para fazer a portabilidade de um plano de saúde para outro, você não precisa cumprir um novo período de carência. Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), para garantir esse direito, você deve seguir o protocolo de atuação descrito abaixo.

Basicamente, o primeiro a fazer é se certificar de que o seu plano foi contratado depois de janeiro de 1999 ou está adaptado à Lei 9.656/98. Também é preciso ter ficado no mínimo dois anos com o seu operador atual e, claro, ter pago corretamente todas as mensalidades do serviço, já que o processo exige a apresentação de cópias dos três últimos boletos recebidos.

Leia mais +
Confira novo manual da ONA para 2014

O Manual Brasileiro de Acreditação das Organizações Prestadoras de Serviços de Saúde – versão 2014, da Organização Nacional de Acreditação (ONA), traz melhorias, entre elas: a formulação mais apurada de padrões e requisitos, com seções e subseções mais claras e objetivas.

 

O novo manual incorpora também conceitos emitidos pela OMS, como a taxonomia utilizada internacionalmente e as diretrizes para a segurança do paciente, a partir de um processo constante de identificação e gestão de risco que permita seu controle contínuo. Segundo a ONA, os avanços obtidos contribuíram para que o manual recebesse a certificação internacional da ISQua em agosto último.

Leia mais +
Integração de dados é chave para gestão da saúde dos funcionários

Por mais bem intencionada que uma organização possa ser ao implementar políticas de gestão da saúde, há uma barreira muito difícil de vencer: a resistência dos próprios funcionários. Uma vez que não se trata de impor obrigações – e fazê-lo pode ser justamente o caminho mais curto para o fracasso -, convencer os colaboradores a efetivamente adotarem hábitos mais saudáveis, reduzindo por consequência as despesas corporativas com saúde, pode ser um desafio gigantesco

É preciso antes de tudo entender que um programa deste tipo precisa considerar, entre os indivíduos, diferentes estágios de propensão à mudança. Se em uma ponta estão aqueles resistentes à ideia de abandonar o cigarro, se alimentar melhor ou praticar exercícios, na outra estão os doentes crônicos buscando formas de aliviar a dor, ou então atletas amadores que precisam apenas manter os bons hábitos já

Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri