Segunda-feira 20/08/2018
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
Planos de saúde crescem 4,6% e atingem 50,7 milhões de beneficiários em 2013

SÃO PAULO - O setor de saúde suplementar atingiu em dezembro de 2013 50,27 milhões de beneficiários nos planos de assistência médico-hospitalar, registrando um crescimento de 4,6% em relação a dezembro do ano anterior. Nos planos exclusivamente odontológicos, o ano fechou com 20,74 milhões de beneficiários, aumento de 8,2% em relação a dezembro de 2012. 

De acordo com últimos dados divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que compilam informações até setembro de 2013, o total de operadoras no mercado ao final do terceiro trimestre chegou a 1.084 em atividade no segmento médico-hospitalar - dessas, 929 com beneficiários. Das 403 operadoras exclusivamente odontológicas ematividade, 345 possuíam beneficiários.

Leia mais +
Defasagem na tabela do IR chega a 61,4% e atinge principalmente os mais pobres

A tabela do Imposto de Renda fechou 2013 com uma defasagem de 61,42% em relação à inflação oficial, segundo cálculos do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). Entre 1996 – quando houve o congelamento da tabela – e 2013, o IPCA acumulado foi de 206,64% contra um reajuste de 89,96% nas faixas de cobrança do tributo.

 

O congelamento durou até 2001. Nos anos seguintes, quase todos os reajustes que ocorreram foram inferiores ao IPCA (veja o gráfico abaixo). Desde 2007, as correções, definidas por lei, têm sido de 4,5% – o centro da meta de inflação definida pelo governo. Em 2013, contudo, o IPCA ficou novamente acima deste patamar, em 5,91%, aumentando a defasagem em 1,35%.

Leia mais +
ANS e Susep assinam termo de cooperação técnica com foco no consumidor

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e a Superintendência de Seguros Privados (Susep) acabam de assinar um termo de cooperação técnica pelo qual se comprometem a trocar informações e experiências que colaborem para aprimorar o acompanhamento do desempenho operacional, técnico, econômico e financeiro das instituições fiscalizadas pelas duas autarquias – operadoras de planos de saúde e seguradoras.

 

Além do intercâmbio de dados, o termo prevê a transferência mútua de tecnologia e a promoção de atividades educacionais para servidores dos dois órgãos, visando a convergência de uma linguagem comum, observando-se os casos de proteção  à confidencialidade e ao sigilo dos dados.

Leia mais +
Indústria deve seguir desempenho dos últimos anos e crescer pouco

A indústria brasileira em 2014 deve ter um resultado parecido com o de 2013, quando a produção do setor cresceu 1,2%. O pequeno crescimento do ano passado reflete as oscilações registradas nos últimos anos, ora com crescimento baixo, ora com retração. O avanço de 2013 não encobriu, por exemplo, a queda da produção do ano anterior, de 2,5%. Em 2011, houve expansão, mas de apenas 0,3%. 

De acordo com Samy Dana, professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o fraco desempenho industrial brasileiro se deve a fatores como a alta carga tributária, mão de obra cara com baixa produtividade e problemas de logística, que dificultam o transporte de cargas. Para ele, a menos que mudanças no sistema tributário e avanços na logística do País sejam realizados, o setor deve continuar se expandindo lentamente.

Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri