Segunda-feira 20/08/2018
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
Operadoras de planos de saúde terão de informar qualidade dos serviços

A partir do mês que vem, todas as operadoras de planos de saúde serão obrigadas a informar aos clientes indicativos de qualidade de sua rede de prestadores de serviço. Em entrevista ao Estado, o diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), André Longo, revelou que hospitais, laboratórios e médicos serão qualificados de acordo com uma série de critérios estabelecidos pela agência. O resultado dessa avaliação deverá ser publicado pelas operadoras em todo o material de divulgação de sua rede assistencial, nas versões online e impressa. 

A iniciativa faz parte do programa Qualiss, desenvolvido pela ANS para tentar melhorar o controle sobre a qualidade do serviço prestado. "O programa vai pontuar, por um conjunto de atributos de qualificação, tanto os profissionais quanto a rede hospitalar, clínica e de laboratórios que têm convênio com operadoras. Queremos avaliar a qualidade desse serviço que está sendo prestado ao consumidor para dar mais segurança e, também, para divulgar esses indicadores e facilitar a escolha do consumidor quando for buscar algum tipo de serviço", disse Longo.

Leia mais +
Prazo para apresentar tributos no cupom fiscal é até 10 de junho

Um levantamento recente realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostrou que apenas 8,8% das 16,5 milhões de empresas existentes no Brasil já se adaptaram à Lei Federal 12.741/12, que obriga estabelecimentos comerciais a declararem os tributos dos produtos nos cupons fiscais. “As grandes redes já apresentam, mas os pequenos comércios ainda acham que é um processo complicado”, diz o diretor de tecnologia do IBPT, Othon de Andrade Filho.

 

No ranking do instituto, São Paulo ocupa o primeiro lugar, com 464.457 empresas que já apresentam os impostos ao consumidor. As que ainda não fizeram as adaptações têm até o dia 10 de junho deste ano para se regularizarem. De acordo com Othon, a decisão já é obrigatória, no entanto, as punições iniciarão somente a partir da data estipulada.
Leia mais +
Usuário não pode ser mero paciente, diz diretor da ANS

O diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Leandro Reis Tavares, fez questão de deixar claro qual é o papel da Agência no setor e suas limitações durante o 1° Fórum Setorial PAEX (Parceiros para a Excelência), organizado pela FDC (Fundação Dom Cabral) e PwC. “Há expectativas equivocadas em relação à ANS, que consiste em uma autarquia federal que tem por objetivo regular planos de saúde e não todo o setor de saúde suplementar. Não formulamos leis”. Assim abriu seu discurso para, depois, seguir com o tema Perspectivas da Regulamentação Setorial.

Os números apresentados evidenciam margens operacionais negativas recorrentes e, para Tavares, a tendência dos resultados mostram que é preciso rediscutir os modelos de negócios que permeiam a saúde. Com 70,9 milhões de vínculos a planos, 1274 operadoras e uma receita de cerca de R$ 103 bilhões, a saúde suplementar em 2013 registrou uma margem operacional de -2,12%.

Leia mais +
Altos tributos são os maiores obstáculos para os pequenos empresários

SÃO PAULO - Os altos tributos continuam sendo o maior obstáculo do pequeno e médio empreendedor, informou um estudo realizado pela Catho, site de empregos, divulgado na Feira do Empreendedor 2014. Mais de 51% dos 480 PMEs entrevistados citaram os impostos como o maior empecilho para o crescimento.

A dificuldade em contratar talentos aparece em seguida, com 37,9%. Segundo os entrevistados, encontrar mão de obra qualificada e especializada, engajar e incentivar atuais funcionários e atrair pessoas interessadas na empresa estão entre os principais problemas enfrentados pelos PMEs.

Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri