Terça-feira 26/03/2019
Advocacia Dagoberto J.S.Lima - Newsletter
O objetivo da telemedicina

Uma análise do portal Saúde Business aponta a telemedicina como uma proposta para facilitar a vida das pessoas. Para o veículo, trata-se de uma opção que veio para ficar, ao dispensar infortúnios e gastos como deslocamento, alimentação, ausência no trabalho e o tempo de espera pelo atendimento. Além disso, contribui para a transformação digital do setor e inclusão dos pacientes. Apesar de algumas resistências, o compromisso da telemedicina é aumentar o acesso aos cuidados de saúde e reduzir os custos.

Leia mais +
Especialistas destacam importância da atenção primária

Para especialistas, a efetivação de um sistema de saúde de qualidade e com preços honestos está condicionada à oferta de bons serviços de atenção primária e de prevenção. De acordo com dados apresentados por Renato Velloso Dias Cardoso, sócio-investidor do Dr. Consulta, durante o EXAME Fórum Saúde, 70% dos pacientes que chegam hoje a um pronto-socorro não precisariam necessariamente estar ali. 

Leia mais +
Reforma trabalhista traz riscos de distorções

As novas regras trabalhistas, previstas para entrar em vigor em novembro, podem gerar distorções na visão de especialistas em direito. Uma delas diz respeito às vantagens que os sindicatos mais experientes e combativos teriam em comparação aos menos expressivos ou que atuam em regiões de menor porte, cujo poder de barganha claramente seria inferior. Outro ponto questionável é a não necessidade de uma contrapartida do empregador em caso de itens negociados com as entidades sindicais.

Leia mais +
Mudanças nos planos de saúde

A proposta de lançamento do chamado plano de saúde popular e a reforma de lei que rege a saúde suplementar, que está sendo estudada pela Câmara Federal, têm preocupado os especialistas em defesa dos direitos do consumidor. O projeto em pauta prevê a coparticipação de ao menos 50% por parte dos clientes, mesmo ainda não existindo regras para isso. Em consulta pública, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) propôs um limite próximo de 40% para a coparticipação nos planos de saúde. Entretanto, essa diretriz ainda não foi implementada. 

Leia mais +
Medida prevê melhoria no atendimento ao consumidor

O governo federal está discutindo mudanças no decreto, em prática desde 2008, que regulamenta as centrais de atendimento ao consumidor. Entre as alterações propostas está a avaliação das empresas por meio de um ranking, que nortearia as cobranças para resolução dos problemas. Para especialistas, as empresas deveriam reforçar investimentos nas centrais de atendimento e a impunidade as mantém confortáveis para desrespeitar os consumidores.

Leia mais +
Copyright © Advocacia Dagoberto J. S. Limaunitri